Tá dominado!

Lanchonete é ponto de encontro para acadêmicos de Comunicação

por Raquel da Cruz

Entre a biblioteca e a sala de aula, o Dusky é parada obrigatória, pelo menos para quem faz Jornalismo. Entre tantos tijolinhos, a lanchonete mais parece um oásis no deserto. Todos param para fazer uma boquinha, tomar um café, sentar e bater um papo.  As mesas vermelhas, que fazem cena com o corredor do bloco 11, se enchem rapidamente depois das seis da tarde. Tem calouro, veterano, professor… Tem até o pessoal que trabalha na coordenação.

As atendentes, com seus aventais e toucas vermelhas, fazem baliza para atender todo mundo.

– Suco de laranja e um misto quente.

– É meu!

– E o X-salada?

– Aqui.

A dona da lanchonete, Carmen Miyake, 58 anos, diz: Todos chegam mais ou menos no mesmo horário. É um agito.

Enquanto as mesas dividem espaço com bolsas, notebooks e livros, as cadeiras são colocadas em círculo. É aí que a galera se encontra. Entre uma mordida no sanduíche e uma espiada na TV, o pessoal de jornalismo conversa, faz piada, troca informação. Essa algazarra também faz parte do curso.

Matéria produzida por acadêmicos do segundo período do Curso de Jornalismo, na disciplina de Ciberjornalismo, sob a orientação da professora Laura Seligman.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s