Egressa do curso de Jornalismo lança livro sobre o Amazonas

A jornalista Keila Zanatto, egressa do curso de Jornalismo da Univali, lança o livro Filhos do Rio Negro nesta quinta-feira, 3 de agosto, na Univali, em Itajaí. O livro nasceu a partir do Trabalho de Conclusão de Curso de Keila, enquanto ainda era acadêmica de jornalismo, em 2011, e conta histórias e costumes dos moradores de Manaus e Santa Isabel do Rio Negro, no Amazonas.

A autora vai participar de um bate-papo com os acadêmicos de jornalismo a partir das 19h no auditório do curso de Farmácia. Além do bate-papo, haverá venda do livro e sessão de autógrafos. O evento é gratuito e aberto ao público. Quem tiver interesse em receber um certificado de participação, precisa fazer inscrição através do site neste link.

Capa Filhos do Rio Negro

Filhos do Rio Negro, Keila Zanatto. Editora Univali, 112 páginas, R$ 29,90

Sobre a autora

Keila Zanatto é jornalista formada pela Universidade do Vale do Itajaí em 2011. Em 2010, foi selecionada pelo projeto Revelando os Brasis com a reportagem “Vida em Tronco”, cuja adaptação gerou um documentário sobre a arte de entalhar madeira. Em 2016, abandonou o emprego, vendeu e doou tudo o que tinha e partiu para o Amazonas, com apenas uma mala e o desejo de descobrir e contar novas histórias sobre o seu povo.

 

O livro está disponível para venda no site da Editora Univali.

Agência Prefixo é lançada no Curso de Jornalismo

O Curso de Jornalismo da Univali lançou oficialmente, na noite de ontem, dia 9 de junho, no campus de Itajaí, a Prefixo – Agência Experimental de Notícias (www.agenciaprefixo.com), um portal jornalístico produzido pelos acadêmicos, sob orientação de professores do curso, que busca possibilitar aos alunos uma prática de iniciação profissional adequada às necessidades da carreira jornalística e, ainda, oferecer à sociedade conteúdo de qualidade sobre diversas temáticas.
A Prefixo é criada e mantida a partir de uma disciplina do Curso de Jornalismo da Univali, intitulada Agência Experimental de Notícias, que vem cumprir a necessidade de oferecer mais uma experiência de iniciação profissional aos alunos, além de cumprir as exigências das novas Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Jornalismo. A disciplina é comandada por uma equipe de docentes do curso, composta neste semestre pelos professores André Pinheiro, Gustavo Zonta e Vinicius Batista.
“Nós fazemos um trabalho como de editores-chefe, mas incentivamos que parta dos próprios alunos a organização em equipe e o fluxo de produção do conteúdo. Por enquanto a experiência tem sido rica, tanto na questão da prática profissional que os acadêmicos estão vivendo quanto na variedade temática que tem surgido”, afirma o professor Vinicius Batista.
No encontro com a comunidade acadêmica e a sociedade civil, foi apresentada a estrutura e o funcionamento da agência, bem como a experiência dos alunos na prática jornalística. Vários jornalistas que atuam na região vieram conhecer o funcionamento da agência.
“É um espaço dedicado principalmente ao jornalismo comunitário. Debater as questões da nossa comunidade de forma independente, esse é o principal desafio da Prefixo. A agência começou a ser elaborada ainda em 2012, quando começamos a preparar a nova matriz curricular. É uma grande conquista para o curso”, comenta o coordenador do Curso de Jornalismo da Univali, professor Carlos Praxedes.

 

Guto Kuerten provoca emoções

A palestra do fotojornalista Guto Kuerten, na noite de quarta-feira (1º), foi marcada por muitas risadas e fortes emoções. Ao final do evento, estudantes ficaram emocionados com as histórias humanizadas da carreira de Guto.

Carreira

Natural de Tubarão, no Sul do Estado, Guto é formado em Jornalismo, em 2000, pela Unisul. Iniciou a carreira em assessorias de imprensa e jornais do Sul do Estado. Como fotojornalista, atuou no Diário do Sul e participou da fundação do Diário Notisul como fotojornalista e como editor-chefe. Partiu para Criciúma onde atuou nos jornais Diário de Criciúma e Jornal da Manhã. Na mesma época trabalhou como correspondente da Folha de São Paulo em Santa Catarina. Em seguida, trabalhou na Serra Catarinense, como fotojornalista do Diário Catarinense durante uma temporada de inverno. Trabalhou como repórter especial multimídia com trabalhos publicados nos veículos de rádio, tv, jornal impresso e on-line do Grupo RBS, em Florianópolis.

Trabalha atualmente como assessor do presidente da Assembleia Legislativa Gelson Merisio com projetos especiais.

Possui trabalhos publicados em jornais nacionais, como Folha de São Paulo, Estadão, O Globo e internacionais, como Le Monde, Whashington Post, The Guardian, El Pais. Revistas nacionais como Veja, Época, Isto É e Caros Amigos e internacionais como National Geografic e Newsweek.

Conquistou uma série de prêmios estaduais e nacionais na área do Fotojornalismo, entre eles, destaque para o prêmio Vladimir Herzog e dois prêmios Esso, além de ter sido finalista do prêmio Esso em outras duas oportunidades.

– vencedor do prêmio nacional Vladimir Herzog categoria fotojornalismo com a reportagem “Tortura em Domicílio”, em 2010

– vencedor do prêmio nacional Esso de Jornalismo categoria reportagem especial “Envelhecimento no Campo”, em 2010

– finalista do prêmio nacional Esso de Jornalismo categoria reportagem regional sul com a reportagem “Tortura em Domicílio”, em 2010

– finalista do prêmio nacional Esso de Jornalismo categoria reportagem regional sul com a reportagem “Os Desapartados”, em 2011

– vencedor da sétima edição do prêmio nacional RBS de Jornalismo e Entretenimento, em 2010, com o trabalho “Tortura em Domicílio”

– vencedor da sétima edição do prêmio nacional RBS de Jornalismo e Entretenimento em 2010

– Eleito jornalista do ano do Diário Catarinense em 2014 ;

– criador da coluna e blog De Olho nas Ruas do Diário Catarinense;

– melhor conjunto de reportagem em vídeo, em 2015;13305150_1018293134933553_4531894565826115149_ovídeo Guto Kuerten

Entrega de alimentos da Ação Solidária é realizada em Brusque

A turma do terceiro período de Jornalismo fez a doação dos alimentos arrecadados durante a Ação Solidária incentivada junto aos calouros do curso. A ideia era aplicar uma espécie de trote solidário, numa campanha de arrecadação de alimentos que envolveu o primeiro e o terceiro períodos do curso. Quanto mais alimentos eram doados pelo primeiro período, mas havia a contrapartida por parte do terceiro período. A entrega dos alimentos foi feita pela acadêmica Nicole Zanon. A entidade escolhida foi o Lar Sagrada Família, de Brusque, que trabalha com crianças carentes. A diretora da entidade, Silvana dos Santos, enalteceu a importância de atitudes como esta na universidade. Parabéns à moçada prla iniciativa!

Acadêmicos apresentam trabalhos no Intercom Sul

O curso de Jornalismo da Univali esteve muito bem representado no Intercom Sul 2016, realizado na PUC/PR, em Curitiba, entre os dias 26 e 28 de maio. Acompanhados das professoras Laura Seligman e Valquíria John , apresentaram seus artigos no Intercom Júnior os alunos André Felipe Schlindweini, Andressa Scapinelli Zuffo, Bárbara Porto Marcelino, Juliana Costa, Luzara Pinho, Mariana Campos Silva, Renata Rutes Henning eTalissa Peixer. Nas divisões temáticas, apresentaram os egressos Guilherme Guilherme Felipe Busnardo e Pricilla Tiane Vargas13331084_1111238868932220_7493041219243667860_n

 

Jornalismo Univali recebe visita de estudantes de Tijucas

Alunos do Colégio Estadual Cruz e Souza, maior instituição de ensino da rede pública de Tijucas, visitou as instalações do Curso de Jornalismo da Univali, na tarde de ontem (31). Eles vieram acompanhados por três professores da instituição. Os estudantes foram recebidos pelo coordenador do curso, professor Carlos Praxedes. Em seguida, conheceram as instalações de laboratório do curso e fizeram oficinas de televisão, rádio e fotojornalismo. Se você estuda em uma escola pública ou privada e está no ensino médio, também pode conhecer a estrutura de laboratórios do curso de Jornalismo. Basta entrar em contato pelo telefone 47-33417543 e agendar a sua visita.

Jornalista Jefferson Puff, da BBC Brasil, conversa com acadêmicos

O correspondente da BBC Brasil, Jefferson Puff, foi o terceiro convidado da jornada de palestras em comemoração aos 25 anos do curso. A palestra foi neste segunda-feira (30), no auditório do CCS, no campus de Itajaí. Jefferson é egresso do curso de Jornalismo da Univali, no qual se formou em 2005.

Durante a epoca de faculdade, Puff já apostava no jornalismo internacional. No trabalho de conclusão de curso, Puff abordou como tema os profissionais que trabalham como correspondentes internacionais e realizou entrevistas em Londres, Paris, Nova Iorque e Washington. Na produção do TCC, quando estava em Londres, fez a cobertura dos atentados terroristas de 7 de julho de 2005 e, com a parceria da professora Marlise Groth, publicou a produção no jornal A Notícia, de Joinville. Foi lá que iniciou a carreira de repórter, na editoria de Cidades.

Entre 2006 e 2008, Jefferson fez mestrado com bolsa do projeto Erasmus Mundo. Estudou jornalismo internacional, globalização e integração europeia na Dinamarca, na Holanda e na Alemanha. Voltou para o Brasil em 2009 e foi morar em São Paulo. Lá atuou como tradutor, assessor de imprensa, freelancer e foi por 3 anos redator de Mundo na Folha de São Paulo.

Entrou para a BBC Brasil em março de 2012, na redação São Paulo. Passou 4 meses na redação da empresa em Londres e está há 2 anos e meio como correspondente da BBC Brasil, no Rio de Janeiro.

Foto: Gilmar Castro

 

 

 

Foto: Gilmar Castro

13308474_1111449995577774_9030705685282118717_o